quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Odeio ser comum!

Este é o primeiro post do meu desabafo sobre algumas verdades da vida, da minha vida. Vamos começar comigo, tenho 30 anos recém completados, não terminei a facu (isso eu vou resolver em breve), sou extremamente consumista (é por isso que não terminei a facu, veja só), já tive vários vícios, ainda mantenho muitos, o de comer compulsivamente, mas não tempo todo (ainda bem, senão estaria pesando uns 200kg), o de ser extremista em tudo. Minha mãe já dizia que sou exagerada em tudo que faço, quando gosto de uma coisa, eu gosto demais. Tipo, agora me fixei em esmaltes, não passo uma semana sem ter as unhas feitas e tenho comprado no mínimo uns dois esmaltes por semana, não é atoa que minha frasqueira tá lotada de esmaltes que ainda nem usei. Foi assim quando resolvi comprar Barbie para colecionar, comprei umas 90 em menos de um ano, além dos acessórios, gastei uns R$3000 só nisso (meu cartão de crédito continua com a fatura alta). O mesmo aconteceu com as maquiagens. comprei tanto que até hoje tenho sombras que nunca usei e ainda no frisson da maquiagem estou até cogitando pagar R$69,00 por um batom da M.A.C. a marca preferida de 10 entre 10 maquiadores do mundo. Pra ver a que ponto cheguei, estou contando os dias para minhas férias do ano que vem, nas quais irei para Argentina me acabar no free shop do aeroporto de Ezeiza. Isso é mesmo um vício perigoso. Comprei makes dos USA, baratinhos até, nem foi marca cara nem nada, mas ultimamente tenho tido preferências pelos caros mesmo, por isso preciso ir ao free shop aonde os preços são como dos USA. Além de eu precisar de terapia, o que cada dia fica mais claro para mim, gosto de muitas outras coisas. Já fui viciadinha em comprar DVD's de filmes que gostei. Comprei vários que ainda nem assisti novamente. Comprei 3 temporadas completas de Sex and the City e Prison Break, que me entristeceu muito por ter acabado. Quando~não são os livros que me fascinam, adoro ficção, me inspira a escrever meu livro. Sim, eu escrevo um livro desde os 13 anos, embora as histórias dessa época sejam dignas de ir para o lixo, acho que após a adolescência minhas histórias amadureceram um pouco, como eu, assim por dizer. Depois colocarei alguns trechos por aqui. Então descobri os e-books dos livros que eu queria comprar num futuro não muito distante num site dos USA e adorei. Tem livros em português, completos. Amei. Depois escrevo mais, agora tô no trabalho, sim, eu sou incomum, ralo de madrugada...rsrsrs...

2 comentários:

  1. Prima adorei ler o desabafooo e simm quero muito ler este bendito livro que tá pra ser lançado desde os 13 anos...pelo amor deu Deus quando será o lançamento? rrss

    ResponderExcluir
  2. Oi, Shê! Obrigada pela visita, e não consigo terminar este livro nunca, direto deixo ele pra lá e volto a escrever.... Acho q vai ficar para a posteridade mesmo. Bjs

    ResponderExcluir

Olá, comentários são sempre bem vindos, mas seja educado, educação nunca é d+. Abraços e obrigada pela visita.