sábado, 26 de julho de 2014

A melhor de todas as vinganças

Lembrando que este blog me pertence e só o lê quem desejar, não estou citando nomes e muito menos ofendendo ninguém. A quem interessar, leia até o final se quiser. Quem nunca teve um coração partido? Quem nunca perdeu o que considerava seu? Quem nunca ficou sem chão e sem lugar de uma hora para outra igual barata tonta? Quem nunca achou que tinha a faca e o queijo na mão e de repente vê que não tem nada? Pois é, sei bem como é e não é nada bom, nem divertido, não é como nos filmes, muito menos como em Sex and the City. Lá um término era só mais uma etapa da vida, que se fechava com um bom Cosmopolitan gelado. Infelizmente a vida real é bem pior, Ficar sem chão, sem lugar, numa tristeza que parece sem fim, felizmente é temporário, a menos que queiramos continuar chorando e sofrendo para sempre, o que acredito que ninguém queira. Curtir a fossa faz parte da cura, é difícil não sofrer quando ainda se sente algo, quando não sente é bem mais fácil, é só esquecer e deixar pra lá.  Mas quando ainda existe é difícil demais, o coração apertado, a respiração ofegante, a vontade de morrer, de sumir, de desaparecer parecem que nunca vão passar. Ainda mais quando somos trocadas, aí é ainda pior. Ficamos horas olhando e procurando cada defeito da outra, e comparando, e questionando: afinal como pode se ela não é tão bonita, nem tão esbelta, nem parece tão legal, e bebe, gosta de gandaia e nós não. Isso quando não é o contrário. Realmente não há sensação pior do que ser trocada por alguém quase 10 anos mais nova, menos bonita e mais gorda. Pode ser até nivelar por baixo, mas ainda assim somos nós que fomos trocadas, substituídas, para sempre. Escolheram nunca mais nos ver, nunca mais ver nossos sorrisos bobos, nossos comentários sarcásticos, nossas risadas infames, escolheram nunca mais ver nossas pernas grossas num vestido, nosso sorriso largo toda vez que nos víamos. Escolheram não mais fazer parte de nossas vidas, não compartilhar, não dividir, não se importar. Sabemos o quanto isso é ruim, o quanto nos sentimos as piores pessoas da terra, ruins, feias e muito sem graça para termos sido trocadas. Não é fácil, há quem não aguente, como vimos vários casos por aí. Mas não vamos pensar nisso, não existe só um cara no mundo, não existem somente estes caras, existem caras melhores, existem caras que nos aceitam com nosso passado, com nossos problemas e defeitos e ainda assim vão querer fazer parte de nossas vidas, e sim, eles estão por aí, em algum lugar, mas ficar parada sentada em casa, vendo novela e comendo chocolate não vai fazer com que os encontremos, temos que sair, conhecer gente, é na alegria que a tristeza não tem lugar. Vamos então viver nossas vidas, fazer mais por nós mesmas, malhar, emagrecer, ficar bonitas, jamais despreze o poder da mudança que o sofrimento é capaz de provocar em alguém por isso antes de fazer alguém sofrer saiba que a pessoa pode melhorar e muito depois de um bom pé na bunda.
Então que façamos mais por nós mesmas, sem olhar pra trás, porque ninguém vive de passado e não se vive de fotografias amarelas, viva o presente, viva-o intensamente, porque logo ele se tornará o passado e senão aproveitá-lo reclamará de não ter vivido tudo que queria e podia. Ainda assim não percamos o respeito pelos outros, tudo que foi bom é importante e sempre será, não desprezemos jamais quem foi importante na nossa trajetória, afinal não sabemos o dia de amanhã. Que todos possamos aprender a perdoar os outros e a nós mesmos pelos erros que cometemos, muitas vezes temos medo de continuar exatamente porque não conseguimos nos perdoar e o medo de fazer tudo de novo é o que nos torna mais fechados, mais secos e menos amorosos. Não tenhamos medo de começar de novo, de amar de novo, de estarmos vivos novamente. Mesmo que o amor nos faça perder o medo da morte, a falta dele só nos aproxima dela. Sempre existirão outras pessoas, outras amizades, outros amores e outras experiências para se viver, abracemos com vontade tudo que a vida tiver para oferecer, quem vive com medo, não vive, sobrevive, e afinal não queremos todos viver? Sobreviver é para os fracos, os fortes vivem, vivem intensamente. Enfim a melhor de todas as vinganças eh ser feliz novamente.

"A vida às vezes é muito difícil, quando as coisas não saem conforme o planejado, mas é isso que a torna interessante. Na vida o primeiro ato é sempre muito empolgante, mas é no segundo ato que nós nos confrontamos" - Gloria (Gente Grande)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, comentários são sempre bem vindos, mas seja educado, educação nunca é d+. Abraços e obrigada pela visita.