sexta-feira, 7 de agosto de 2015

O poder do vício

Muitas pessoas pensam que não sendo viciados em coisas ilícitas como drogas, armas, e nada ilegal já é suficiente. Que a bebida nem o cigarro, mesmo sendo lícitos não são um vício a ser seguido. Porém acham super normal sermos viciados em adquirir coisas. Comprar passou a ser algo tão importante na nossa sociedade de consumo que a sociedade se divide entre quem pode comprar um bem e entre quem não pode. O ser humano passou a ser menos humano em alguns círculos da sociedade senão puder ter um carro, senão puder ter uma boa casa, isso o faz não ter determinados tipos de amizades e frequentar certos tipos de lugares. Então comecei a me por a pensar sobre isso, porque sim, sou o maior exemplo do vício de comprar, já recebi acerto de 15mil e torrei em compras, roupas, sapatos e principalmente, produtos de beleza, meu maior vício. A felicidade em poder comprar algo para minha coleção me levava ao êxtase, sério, era melhor que sexo. E quanto a caixinha chegava ficava 3 minutos admirando tudo e logo deixava de lado, como uma criança que quer muito algo e quando ganha nem liga. Isso definitivamente não é normal. Fomos acostumados a achar que somos mais, que temos mais valor se pudermos comprar algo, algo que todo mundo tem ou que todo mundo quer. Fomos acostumados assim, mas acredite, há como viver diferente. As pessoas mais felizes do mundo viverm num país que é quase todo uma imensa zona rural, sem tv, sem ar condicionado, sem sinal de celular e grande parte nem tem energia elétrica. Por que afinal, se temos tanto, passamos cada dia a querer mais e mais? Afinal estamos vivendo para nós mesmos ou para os outros? Trabalhamos para ter conforto ou luxo? Compramos o que realmente precisamos ou somente o que queremos? Se soubermos a resposta para todas essas perguntas podemos nos ajudar de verdade. Pois minhas respostas são, trabalho para ter mais que conforto, para ter luxo, porém não ganho pra isso, sou classe média-média, não tenho carteira nem carro, mas tenho o valor de um carro importado em produtos de beleza, isso é excesso, é luxo, algo que realmente não preciso. Deixo de comprar o que preciso para comprar somente o que eu quero, algo raro que ninguém tem ou que poucos tem e todos querem. Realmente preciso refazer minhas prioridades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, comentários são sempre bem vindos, mas seja educado, educação nunca é d+. Abraços e obrigada pela visita.